Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quinta-feira, novembro 13, 2008

Rolando pelo mundo



O fator Obama


Tokyo e Madrid já estão preocupadas com o significado da vitória de Barack Obama para a candidatura de Chicago a sediar os Jogos Olímpicos de Verão de 2016 e seus Comitês Olímpicos já estão se mexendo freneticamente, principalmente o japonês.
Por aqui, o COB segue apostando na herança da infra-estrutura do Pan e na beleza natural da Baía da Guanabara e do Cristo Redentor.

Mas o fator Obama não se limita aos Jogos Olímpicos: um alto dirigente da FIFA declarou ao site Yahoo Sports que o recém-eleito presidente americano pode ser um fator decisivo para conquistar a indicação dos Estados Unidos como sede da Copa 2018 ou da Copa 2022. Esse temor é visível em Londres, onde a FA – Football Association – confirmou que a Inglaterra disputará a indicação para sediar a Copa do Mundo de 2018.

“Como ele pode não fazer a diferença?” disse o dirigente da FIFA ouvido pelo site. “Hoje, quando pensamos em Estados Unidos, não pensamos em Bush, não pensamos em guerra, mas pensamos neste homem, Obama, que fez história e trouxe esperança para milhões. Os homens que votarão na escolha do país-sede da Copa do Mundo não são imunes a esses sentimentos. Se os Estados Unidos apresentarem boa organização e infra-estrutura, então Obama poderá ser o fator decisivo.”

Enquanto isso, a US Soccer está se preparando e, segundo seu presidente, Sunil Gulati, apenas aguarda que a FIFA decida sobre as regras para as próximas Copas para anunciar a candidatura americana para 2018 e 2022.

Embora Barack Obama não mais vá estar no poder em qualquer uma das duas Copas pretendidas, mesmo se reeleito, a escolha será em 2011, durante seu primeiro mandato. Já é certa a visita de Joseph Blatter ao Presidente Obama, no próximo ano.


Na escolha do Brasil para 2014, embora com regras diferentes, em situação também muito distinta, o “fator Lula” pesou positivamente para a escolha do Brasil. Não se trata tanto de uma questão política, mas como disse o dirigente da entidade máxima do futebol, os homens que votam e decidem a escolha de uma sede são atingidos pelas mesmas ondas de simpatia ou antipatia, fé ou descrença, que os demais. O Presidente Lula, em que pesem desacertos em seu governo, tem excelente imagem internacional, associada a uma grande dose de boa vontade para com ele e, naturalmente, o Brasil.

Depois de décadas de visão negativa, não deixa de ser interessante ver os Estados Unidos da América ser o repositário de sentimentos de esperança e simpatia em todo o mundo.

É o fator Obama.



Copa conjunta Belgo-Holandesa?


Segundo a Reuters, as federações nacionais de futebol da Holanda e da Bélgica concordaram em disputar juntas a indicação para sede da Copa do Mundo de 2018.

A KNVB – Federação Holandesa de Futebo – informou à imprensa que onze cidades na Bélgica e na Holanda estão dispostas e prontas a sediar os jogos da Copa. Há cerca de um ano, os governos dos dois países disseram, formalmente, que tinham interesse em sediar a Copa 2018, permitindo assim o desenvolvimento de gestões junto às cidades em condições de participar do evento.

México, Espanha, China e Austrália também demonstraram, oficialmente ou não, interesse em sediar essa Copa, além da Inglaterra, Estados e Bélgica/Holanda.

É bom lembrarmos que a FIFA aboliu o velho sistema de rodízio de continentes e, recentemente, o Comitê Executivo da entidade adiou para dezembro a decisão sobre se a escolha para 2022 será feita simultaneamente com a de 2018.

Do jeito que os ingleses são malucos por futebol – mais de 8.000 torcedores em média para jogos da 4ª divisão – se uma das Copas for na Inglaterra não sobrará uma só entrada para ninguém de fora. É capaz que o Emirates Stadium fique lotado para um jogo como Coréia do Norte x Togo decidindo a lanterna de um dos grupos.



Samba e arco e flecha


Se o Rio de Janeiro for a cidade indicada para sediar os Jogos Olímpicos de 2016, as competições de arqueria serão realizadas no Sambódromo.

Tom Dilen, secretário-geral da FIFA - Federação Internacional de Tiro com Arco - visitou o local e disse que ele está de acordo com as normas da Federação e do COI, participando, também, de reuniões técnicas com membros do Comitê Rio 2016.

Aos jornalistas, Dilen disse que o local é muito bom, em boas condições e preenche totalmente as necessidades do esporte, além de ter excelente localização e acessos. Por fim, disse que “a idéia de misturar samba com esporte é fantástica.”

Essa, sem dúvida, foi uma excelente idéia do Comitê Olímpico Rio 2016.
Não só se aproveita uma obra de porte, já pronta, com poucas adaptações, eliminando a necessidade de gastar com instalações, como, ao mesmo tempo, junta-se um símbolo da cidade que irá correr mundo.



“Fly Emirates” até 2014 no PSG


A companhia aérea Emirates Airline renovou seu contrato de patrocínio com o Paris Saint-Germain até 2014, mantendo seu logo, que muitos confundem com o nome da própria companhia, em evidência em camisas que já foram de Raí e Ronaldinho.

A empresa já patrocina o clube desde 2005, e é a patrocinadora principal da camisa desde 2006. Além desse patrocínio, ela desenvolve várias ações de marketing e de naming rights no estádio Parc des Princes.


No evento em que o novo acordo foi anunciado, Boutros Boutros, Vice-Presidente de Mídia, Patrocínios e Eventos da companhia aérea fez o discurso normal dessas solenidades, dizendo que "... estamos vivendo tempos muito interessantes e animadores para o PSG e para a Emirates Airline, e que a empresa está satisfeita em manter-se unida ao clube e à sua enorme legião de torcedores."
Os valores do contrato não foram mencionados.

A Emirates é a principal patrocinadora, também, do Arsenal, cujo novo estádio tem o nome da empresa através do que é, hoje, o mais conhecido e reconhecido contrato de naming rights do mundo, o Emirates Stadium. Na Alemanha patrocina o Hamburgo, e na Itália iniciou agora uma relação com o Milan, através da presença em seu centro de treinamentos e no San Siro.

Com vôos que cobrem mais de 100 destinos em mais de 60 países, o patrocínio de times e eventos esportivos é parte vital da estratégia de crescimento e disseminação de sua marca por todo o mundo.

No Brasil, continuam insistentes os rumores de que a empresa seria uma das possíveis patrocinadoras do São Paulo para 2009.

A rota
São Paulo/Dubai vem operando diariamente com excelente nível de ocupação, e a empresa já conversou com a INFRAERO e membros da Secretaria de Transportes do Estado, pensando em usar Viracopos para esses vôos, utilizando o Airbus 380, o maior avião de passageiros do mundo. O aparelho precisa de pista mais longa para pousar e decolar, daí o interesse por Viracopos em lugar de Cumbica.

Além do Brasil, a rota com origem em São Paulo também atende a Buenos Aires.
Nenhuma informação foi divulgada sobre o valor do contrato.


.

Marcadores: , , ,

2 Comments:

  • At 10:46 AM, Anonymous Maurício Pena said…

    EMERSON,

    Permito discordar do seu enfoque sobre o "Efeito Obama". Se a eleição de Barak for sinal de que os EUA continuarão a somente olhar pro próprio umbigo, a GRANDE EXPECTATIVA MUNDIAL sobre o seu governo RUIRÁ. A meu ver, a eleição de Obama significa MUDANÇA. É claro que não serão mudanças "da água pro vinho" nem "da noite pro dia". Seria muito ingênuo crer nisso. Mas a GRANDE EXPECTATIVA é essa, que os EUA deixem de ter aquela postura ARROGANTE própria dos REPUBLICANOS para passar a ter uma postura mais - digamos assim - AMIGÁVEL aos olhos do MUNDO. Se Obama tomar uma postura muito AGRESSIVA em procurar levar para os EUA TODOS os eventos esportivos DE GRANDE PORTE ele estará agindo de acordo com a mentalidade MEGALOMANÍACA dos americanos, que, entre outras coisas, acham que a AMÉRICA é os EUA.

    E.... SALVE AS OLIMPÍADAS RIO 2016 !!!! hehehehe

     
  • At 1:49 PM, Blogger RONALDO DERLY RODRIGUES said…

    voce está sabendo o porque da medial justo agora que o timão foi campeão da série b e vai voltar para a série a,vai rever o contrato com o time para menos,pelo que li pretende colocar o nome apenas na manga da camisa,valeu,ronaldo,bom final de semana.

    ps:li na revista veja,edição 2085 de
    05/11 essa possibilidade.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home