Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

sexta-feira, março 28, 2008

Proposta oficial: 450 milhões


Como esse blog já havia adiantado, o valor da proposta da Globo para o pacote de direitos de transmissão de televisão do Campeonato Brasileiro para o período 2009/2011 ficou em 450 milhões de reais.

Também como já sabíamos, o Clube dos 13 vai apresentar uma contraproposta, tentando ganhar mais um pouco, e é grande a possibilidade – que politicamente interessa muito à Globo – da ESPN Brasil transmitir os jogos de um dia da semana, talvez concorrendo com o Sportv, talvez não, isso será discutido.

Apenas lembrando que esse interesse político da Globo, e isso é opinião desse blogueiro, está ligado ao falatório sobre “monopólio” – que não é o caso – e exclusividade – que é o caso da Globo com relação às transmissões de futebol.

Como no sinal aberto já há a transmissão feita pela Bandeirantes, formalizando uma inexistência de monopólio ou exclusividade (mesmo que seja transmitindo, por força contratual, o mesmo jogo), passaríamos a ter a mesma situação no sinal fechado.

Enquanto isso, a Record, ao que se comenta no mercado publicitário, terá de abrir mão de sua exclusividade sobre os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Para recuperar minimamente seu investimento na compra dos direitos de transmissão, ela teria de praticar um preço de tabela muitas vezes maior do que cobra atualmente, em troca de uma audiência muito menor que a da Globo. Mesmo um evento exclusivo não carrega, automaticamente, uma grande audiência de uma emissora para outra. O mercado sabe disso, as emissoras sabem disso. Para não ficar com um prejuízo enorme, a Record terá, na vida real, que vender os direitos de transmissão para a Globo e, nessa negociação, é possível que ela consiga abrir uma brecha para entrar no futebol.

Embora a Record faça carga contra a exclusividade e, principalmente, contra a cláusula de preferência no contrato, ela não abriria mão de uma e de outra caso participasse e vencesse a licitação. Isso teria sido dito por seu diretor da área de esportes em reunião com membros do Clube dos 13.

O mercado existe, embora não tenha corpo nem cara, e funciona direitinho.


.

Marcadores: ,

8 Comments:

  • At 10:42 AM, Blogger ronaldo derly said…

    como diz o ditado popular essa é uma
    briga de cachorro grande,um abraço
    e bom final de semana.

    ronaldo derly

     
  • At 11:30 AM, Blogger lucas said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 11:31 AM, Blogger Daniel Frediani said…

    A briga pelo monopólio sempre vai existir. É evidente o quanto a Globo vem perdendo espaço, principalmente quando se fala em eventos esportivos. Aqui em Salvador, por exemplo, cada canal passa uma coisa diferente, agradando a gregos e troianos. Enquanto na Globo se pode assistir aos risíveis jogos da primeira fase do Carioca, na Band a gente assiste aos jogos do Paulista e ainda tem a Record, que (pasmem) transmite os jogos do Campeonato Baiano. Bom pra gente, que escolhe o que quer ver.

     
  • At 11:33 AM, Blogger Talita said…

    Emerson, quer dizer que o amigo se irritou com Dagoberto ontem é?

    Bem- vindo ao clube,rsrsrs.

    Teve um jogo na Arena, cuja função em campo de Dagoberto era a de marcar a própria sombra, tamanho era seu descaso em campo.

    Só não me alongo mais no assunto, por motivos óbvios. Temo ser injusta analisando o que via, uma vez que foram só questões de campo. E pra ser mais justa é preciso analisar um todo. Todo mundo sabe o quanto foi difícil pra Dagoberto sair do CAP, e o pior é constatar que ninguém fica no Atlético, ou, pior ainda,ninguém quer ficar.

    Deixe estar, amanhã é outro dia!

    abr

    Lita

     
  • At 12:23 PM, Blogger Emerson said…

    Daniel, os baianos parecem ter o melhor de todos os mundos, entao!

    :o)

    Se morar em algum lugarzinho feio, como a Praia do Forte... hehehehehe
    Tao "feia" que morro de saudades.



    Lita, o Dagoberto irritou-me porque gosto dele e sei que ele pode render mais. Enquanto náo rende tudo que pode, na minha visao, qualquer jogador tem que combater, atrapalhar, cercar, apresentar-se para ajudar um companheiro, em suma, tem que participar e querer o jogo.
    Eu jamais critico os erros do Adriano no meio, ou nos passes, ou quando perde a bola, porque o cara estah sempre tentando.

    Mas eu gosto do Dago, acredite.
    :o)

    E vê se nao fica escrevendo muito...
    hehehe

     
  • At 6:23 PM, Blogger Rod Molina said…

    Amigo, hoje vim aqui só para parabenizar você e o OCE pela informação dada em 21 de março dos valores corretos (450 milhões) em primeiríssima mão.

    Acertou na mosca. Parabéns mesmo. O pio destes passarinhos é mesmo certeiro.

    abraço.

     
  • At 11:34 PM, Anonymous GIGI said…

    Oi Emerson.

    Li que a Globo mostrará para São Paulo, os jogos do Corinthians na Série B do Campeonato Brasileiro (fora da Capital), sempre às 16h00 de sábado. Dos 38 jogos do Timão, cerca de 20 serão mostrados.
    .
    Outra coisa que li, e não lembro se já falei aqui, é que a emenda à medida provisória 398, que cria a Empresa Brasil de Comunicação, a TV Brasil, e dá direito às TV educativas e públicas de transmitirem eventos esportivos nacionais e internacionais envolvendo seleções brasileiras, caso as emissoras detentoras do contrato não exibirem o sinal em TV aberta.
    O objetivo da proposta, é evitar que, como ocorre atualmente, as redes privadas continuem a monopolizar os eventos esportivos e a divulgar apenas aquilo que lhes interessa, no horário que lhes convém, atendendo apenas a interesses comerciais.
    Será?

     
  • At 10:58 PM, Blogger Emerson said…

    A BBC transmite jogos da UEFA Champions League, da Premier League e de outros campeonatos.
    No momento, ela está disputando arduamente, libra a libra, os direitos de transmissão de um campeonato de cricket.

    Loucura, não?

    E, pasme, Gigi, ela ganhou a concorrência e vai transmitir a Formula 1 para a Inglaterra. Pagou uma baba de dinheiro por isso.

    A BBC é uma emissora pública.
    Aliás, é a emissora pública por excelência.

    Esse negócio de emissora estatal - o nome correto é esse - transmitir eventos de graça é armação, é errado, é apropriação indébita.

    É o que eu penso.

    Mas é, também, a cara cuspida e escarrada do estado brasileiro.

    :o(

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home