Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

domingo, março 23, 2008

Na reta final, sem coincidências


Dezesseis rodadas foram realizadas, restam somente três.
O campeonato entra em sua reta final de fato.

O Guaratinguetá continua na liderança e, apesar da derrota de hoje, dificilmente deixará de estar no G4.

Abaixo dele, mas com mesmo número de pontos, o “surpreendente” Palmeiras, depois a Ponte Preta e em quarto lugar o Corinthians.
Apenas um ponto atrás está o São Paulo. O Santos ainda tem chances de entrar no G4, mas só por milagre. Mas a razão de ser desse post não é a classificação do campeonato, nem mesmo ele próprio.

Os quatro grandes do futebol paulista estão mostrando que o ano começou para eles. Mais o Palmeiras, que já apresenta futebol bonito, vistoso, que entusiasma torcida e críticos.

E também o Corinthians, muito sólido defensivamente e já com personalidade e um certo padrão de jogo, ainda em evolução.
O mais importante é que torcedores e o time abstraíram completamente o fato de que o time irá disputar a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.
Ponto para Andrés Sanches.

O Santos, que era o mais desacreditado, apresenta uma reação sólida, mesmo sem poder contar com o misto de lateral, ala e meia-esquerda Kleber. Mas revelou, para o futebol brasileiro, Molina, mais um garoto bom de bola, um meia-atacante (estranho esse modernismo, mas tem a ver) ao lado dos também garotos Thiago Neves, Valdivia e Conca.

E o São Paulo, que dos quatro é o que ainda não mostrou, a rigor, seu “modelo” 2008, é um time em construção e assim estará por mais algum tempo. Mas esse ponto já foi abordado anteriormente, basta clicar na tag “Estadual” para ter acesso imediato às matérias anteriores. Apesar disso, lidera seu grupo na Libertadores, que é o que realmente importa para a diretoria e Comissão Técnica, e continua bem no Paulista, com grande probabilidade de estar entre os 4 finalistas.

Em comum, há pouco mais de um mês, todos eles eram xingados e vaiados pelas próprias torcidas e vistos com severidade e descrença por parte (grande) da crítica, um pouco menos o Corinthians pela peculiaridade de sua situacao.
Esse post é repetitivo, bem sei, mas serve, meramente, para manter a lembrança das críticas pesadas, das vaias e mesmo das ofensas que foram dirigidas em profusão aos profissionais que trabalham nesses clubes. Os times que estavam fadados ao rebaixamento (!) estão agora na crista da onda.

Tempo e trabalho.

Trabalho e tempo.

Os frutos estão aparecendo.
Podemos dizer, com tranqüilidade, que a pré-temporada está terminando.

Ou seja, a temporada, propriamente dita, está finalmente começando para os grandes de São Paulo. Como já era tempo, mas dentro do tempo previsto e natural para que isso aconteça.

Um último detalhe: os quatro venceram seus compromissos nesse final de semana.

E isso, estimado leitor, estimada leitora, não foi coincidência.


.

Marcadores: , , , ,

2 Comments:

  • At 9:01 AM, Blogger ronaldo derly said…

    acho que passada a semana santa o ano
    finalmente começa nesta república das
    bananas,inclusive no futebol,um abra
    ço.

    ronaldo derly

     
  • At 11:33 AM, Anonymous Victor said…

    Emerson,
    Em minha opinião, não procede que Conca seja um meia-atacante.
    Ele é um meio campo ofensivo, habilidoso, etcetera e tal. Mas é meia armador mesmo. Ele não chega tanto no ataque, dentro da área com condições de finalizar quanto o 10 do Fluminense, que em várias situações de jogo, nem volta para o campo de defesa (apesar de ser um jogador voluntarioso).
    Thiago Neves é de fato meia-atacante.
    ****
    Imagino que Valdivia seja similar a TN pelos gols que vejo. Não posso afirmar porque não vejo os jogos do Palmeiras.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home