Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

sexta-feira, setembro 19, 2008

Rolos televisivos para hoje e para amanhã




O imbróglio do horário do GP



Em 2007 o GP Brasil de F1 foi o segundo evento esportivo de maior audiência no mundo. Concorreu para isso a disputa pelo título, claro, e o horário da prova, às 14:00 horas do horário de verão brasileiro, resultando em 18:00 horas do horário de verão na maior parte da Europa Ocidental. Duas felizes coincidência que deixaram os dirigentes da FOM – Formula One Management – ainda mais felizes.


Nesse ano, o GP Brasil será dia 2 de novembro. O Brasil já estará, desde 19 de outubro, em seu horário de verão. Mas a Europa não, por lá o horário de verão dará adeus no dia 26 de outubro.


A primeira providencia da FOM foi mudar o horário do GP para 15:00.


Aí a Rede Globo reclamou, pois a transmissão terminaria às 17:00, perdendo, portanto, uma hora da rodada dominical do Campeonato Brasileiro.


Situação complicada para a emissora que tem patrocínios de alto valor nos dois eventos e, portanto, compromissos comerciais com seus anunciantes.


Seguiram-se gestões e reuniões, conversas telefônicas e todo o receituário prescrito para essas emergências. Finalmente, segundo foi divulgado, chegou-se a um acordo favorável à emissora, e a FOM teria retornado o horário de largada para as 14:00 horas.


Fim da história?


Longe disso.


Seguiu-se a contrapressão das redes européias que, com esse horário perderiam boa margem de audiência. A FOM, que de boba nada tem e responde pelo sucesso de um negócio bilionário (em dólares), voltou atrás – ou nem isso, pois oficialmente nada fora comunicado – e manteve o horário de largada para as 15:00 horas.


A batata quente voltou para a Globo.


Não poderá abrir mão de transmitir a F1, último GP do ano e, ainda por cima, no Brasil e, mais ainda, com boa possibilidade de ter o título em disputa entre um brasileiro e um inglês. Seria simplesmente impensável, sem a menor dúvida.


Mas...


Pois é, tem um ‘mas’ poderosíssimo: como fazer para não desagradar seus patrocinadores do futebol e cumprir os contratos?


Lembrando que esses patrocinadores pagaram, cada um, 105 milhões de reais pelo direito de patrocinar o Brasileiro 2008 e estarão já acertados ou em vias de acertar a compra das cotas 2009, no valor de 112 milhões cada uma.


Por mim,a melhor saída seria negociar a mudança dos jogos das 16:00 para as 17:00 horas, entrando em uma hora no Faustão, preservando o Fantástico, outro carro-chefe no faturamento publicitário.


Todavia, a simples tentativa de mudar esse horário criará problemas sérios, tanto no Brasil em termos de reclamações, como para a transmissão ao vivo para outros países.


Belo imbróglio.




Italiano no Sportv e Copa do Brasil na ESPN e as exclusividades Record




Em 2009 a ESPN voltará a transmitir os jogos da Copa do Brasil, e em troca cedeu ao Sportv o direito de também transmitir jogos do Campeonato Italiano, já a partir desse início de temporada.


Por trás dessa troca de favores e gentilezas, está resolução do CADE que determinou à Rede Globo quebrar seu direito de exclusividade – erroneamente interpretado como monopólio, na visão deste blogueiro – sobre os principais campeonatos de futebol.


A Globo tem os direitos exclusivos em sinal aberto sobre o Brasileiro, Libertadores de America, Copa do Brasil, Campeonato Paulista e Campeonato Carioca. No próximo ano ela terá de abrir duas competições para outras emissoras, e uma delas terá que ser o Campeonato Brasileiro ou a Copa do Brasil, pois a resolução do CADE determina que ela não poderá manter direitos exclusivos sobre essas duas competições ao mesmo tempo.


Portanto, 2009 verá novidades na telinha esportiva.


Gostaria, muito, de saber o que anda rolando nos bastidores da Globo e Record, principalmente.


Isso ajuda a entender um pouco mais a voracidade com que a Record se entregou à compra dos direitos do Pan 2011 e dos Jogos Olímpicos de 2012, sem falar do contrapeso desagradável dos Jogos de Inverno de 2010.


Teremos mudanças, como este Olhar Crônico Esportivo vem alertando, ou melhor, teremos mais do mesmo: a Globo transmitirá, no mínimo, a Olimpíada de Londres.


A exclusividade da Record tem prazo de validade.

E ele é curto.


E, com tudo isso, entre mortos e feridos salvaram-se todos, até agora.



.

Marcadores: , , ,

2 Comments:

  • At 9:49 AM, Anonymous julio said…

    essa solução seria a melhor a ser tomada, afinal a FOM não entrara em atrito com as redes europeia.

     
  • At 11:47 PM, Blogger Daniel F. Silva said…

    - A Globo poderia aproveitar para, durante o horário de verão, marcar as partidas de domingo para as 17 horas. Assim, os jogadores não sofreriam tanto com o calor de 15 horas.

    - Alguém tem informações sobre se alguma outra emissora aberta transmitirá a Copa do Mundo de 2010? As transmissões que a Band anda fazendo das competições da FIFA apontam para isso.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home