Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

sexta-feira, outubro 19, 2007

O Dinheiro da TV – algumas correções



Dias atrás, após ouvir o Clube dos Treze, publiquei um texto com a distribuição do valor pago pela televisão pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. Houve, entretanto, um erro na origem dos dados, e agora, após nova e esclarecedora conversa com o pessoal da entidade, tenho a informação correta. Os números, inclusive, e que me sirva de lição, agora fecham inteiramente e duas novas informações, importantes para a compreensão da mecânica de distribuição dos recursos, são acrescentadas: a participação de associados que não estão na Série A e o pagamento das despesas de viagem e estadia.

Nesse ano de 2007, a TV está pagando ao C 13 o valor de trezentos milhões de reais pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. É importante esclarecer, para entender a participação de alguns clubes, que o C 13 funciona, nesse caso, mais como uma empresa e menos como um agente apenas encarregado de negociar um contrato. Vamos, então, à divisão, lembrando que são valores brutos, nesse caso, e sobre eles incidem 5% de INSS, outros 5% de direito de arena e 1,75% para taxa de administração:

Grupo I

Flamengo, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Vasco da Gama

Cada um recebe 21 milhões de reais por ano

Grupo II

Santos

Recebe 18 milhões de reais por ano

Grupo III

Grêmio, Internacional, Botafogo, Fluminense, Cruzeiro, Atlético Mineiro

Cada um recebe 15 milhões de reais por ano

Grupo IV

Atlético Paranaense, Goiás, Sport,

Cada um recebe 11 milhões de reais por ano

Não-Associados ao C 13

Esses clubes têm negociação à parte e contrato assinado em paralelo com o Clube dos Treze e com a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão

Paraná, Figueirense, Juventude

Cada um recebe 4.749.787,92

Náutico, América

Cada um recebe 3.392.705,40

Associados ao C 13 fora da Série A

O clube associado que cai da Série A, recebe 50% do valor de seu grupo no primeiro ano, 30% no segundo ano, 25% no terceiro e, daí em diante, 20%.

Bahia

Recebe 20% sobre o Grupo III – 3.000.000

Portuguesa, Vitória, Coritiba

Cada um recebe 25% sobre o Grupo IV – 2.750.000

Guarani

Cada um recebe 20% sobre o Grupo IV – 2.200.000

Viagens e Estadia

Essa é outra informação nova, por sinal desconhecida pela maioria dos torcedores: o Clube dos Treze banca as despesas de viagem e estadia dos vinte clubes que disputam a Série A, tanto associados como não-associados.

Em 2007, o valor estimado para esse benefício é de doze milhões de reais.

Premiação de final de ano

No final dessa temporada, o Clube dos Treze distribuirá 7,5 milhões de reais em prêmios ao campeão e aos melhores do campeonato.

O valor total desses pagamentos e despesas dá 300 milhões de reais, que é o orçamento de 2007.

O Causlos, leitor desse blog em Porto Alegre, questionou os valores pagos a dois clubes, e sua dúvida somou-se a outras que andei lendo em diversos sites. Ao conversar com o C 13 para saber de alguma eventual repercussão interna sobre os episódios da última terça-feira (não, não houve repercussão, tudo continua como dantes no quartel de abrantes, mas há, sim, uma divisão latente dentro do Clube; fica a dúvida, para o futuro, de como essa situação irá evoluir), aproveitei e chequei esses dados financeiros.

Confesso que fiquei surpreso com o fato dos clubes fora da Série A continuarem recebendo pagamentos por parte do Clube dos Treze. Confesso que essa surpresa foi uma falha minha, pois eu sabia, por leituras apressadas há dois ou três anos, que os clubes rebaixados recebiam pagamentos, sim, mas em valores reduzidos. Ontem recebi uma explicação mais detalhada sobre o Clube e toda essa mecânica. O associado que for rebaixado, receberá no primeiro ano 50% do valor da cota a que teria direito se estivesse na Série A. Esse percentual cai para 30% no segundo ano, 25% no terceiro e do quarto ano em diante estabiliza em 20%.

Sem entrar no mérito da questão, esse fato só aumenta o tamanho da incompetência dos dirigentes de clubes como, principalmente, o Bahia e o Guarani, que mesmo dispondo desses recursos bastante razoáveis, permanecem na terceira divisão do futebol brasileiro. Na verdade, para a realidade da terceira divisão, esses valores são bem mais do que simplesmente razoáveis.

Peço desculpas a todos por essa falha, que é toda minha, pois deveria ter checado melhor a informação e ter feito uma lição de casa básica: multiplicar e somar os valores e conferir os números. Teria constatado uma diferença grande, que precisaria ser explicada, o que teria conduzido a uma nova conversa com o C 13 e o esclarecimento mais imediato.


.

Marcadores: , ,

3 Comments:

  • At 3:28 PM, Blogger Guillermo said…

    Emerson,

    Extremamente pertinentes e bem escritos os artigos.

    Parabéns e continue assim.

    Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

     
  • At 4:17 PM, Anonymous jacare_argentino said…

    É compreensivel que esses times continuem recebendo esse dinheiro, hermano Emerson, afinal eles precisam de apoio pra voltar a velha forma, e assim como os times de maior torcida, nao podem continuar na pior...
    .
    Principalmente o Bahia, que lota mais a Fonte Nova do que muito gigante na Serie A, e ha muito tempo que isso ja acontece...
    So nao da pra chamar isso de cotas de TV, afinal ninguem transmite os jogos do Bahia...
    .
    Mas hein, esse nao seria um comentario meu se nao tivesse noticias argentinas xD
    Hoje o Nalbandian deu show, destruiu o tal do numero 2 do mundo, Rafael Nadal, e esta nas semis de Madrid, dale David!!!
    .
    Abraços hermano Emerson, depois a gente se ve no JA!!

     
  • At 10:42 AM, Blogger Causlos said…

    Emerson,
    obrigado por avisar das correções.
    Abraço!

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home