Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Rolando pelo mundo



A UEFA paga


Os clubes ingleses receberam da Confederação Européia de Futebol 4.14 milhões de libras, equivalentes a 4.75 milhões de euros ou
15,3 milhões de reais. Essa dinheirama é referente ao empréstimo dos atletas que jogam nesses clubes para a disputa da EuroCopa 2008.

Segundo a BBC, o Arsenal recebeu o maior cheque, no valor de 841,435 euros, pouco mais de 2,7 milhões de reais. Em toda a Europa, o maior cheque foi para o Werder Bremen, no valor de 935,107 libras, equivalentes a 3,5 milhões de reais.

Os valores foram calculados pela UEFA em função do acordo fechado em janeiro com os clubes e federações nacionais e cobrem, também, os torneios qualificatórios para a EuroCopa. O valor médio por jogador e por dia de serviço para a Confederação é de 3,420 libras (12.647 reais).

Os países que mais receberam, somando seus clubes, foram Alemanha, Espanha e inglaterra. Veja a lista dos cinco clubes da Inglaterra que mais receberam pela cessão de seus atletas, com os valores em libras e reais (em milhões).

Arsenal

£732,760

2,71

Chelsea

£702,827

2,6

Liverpool

£607,641

2,25

Manchester United

£440,614

1,63

Manchester City

£253,832

0,94



Por aqui, a CBF usa e abusa e nada paga pela cessão de jogadores, que têm seus salários pagos integralmente pelos clubes quando convocados.



Cassinos virtuais em mais camisas


A
Bwin patrocina Real Madrid e Milan e outros clubes já têm suas camisas patrocinadas por casas de apostas, ou cassinos virtuais como são chamadas essas empresas pelos torcedores europeus.

Em outubro, a mesma Bwin fechou um acordo com o
Bayern Munchen, passando a patrocinar três dos maiores clubes da Europa e do mundo.
Na sequência, no início de novembro, o
Valencia fechou seu patrocínio de camisa com a Unibet, pelo restante dessa temporada e mais a temporada 2009/2010. O clube espanhol receberá 1,5 milhão de euros pelo restante dessa temporada atual, e pela seguinte receberá 6 milhões de euros. Esse patrocínio será um dos maiores de toda a Europa, tirando os clubes Top Ten, sem fazer feio mesmo em comparação com esses.

Nessa semana, depois de um período de três meses sem patrocínio, desde que a empresa de turismo XL quebrou em setembro devido à crise global, o
West Ham voltou a ter um patrocinador: é a casa de apostas Sbobet.

A Sbobet é a maior operadora de apostas da Ásia e opera com licença filipina.

O West Ham que recebia 3 milhões de libras da XL, segundo algumas fontes, receberá 1,9 milhão de libras da Sbobet por 18 meses de contrato, basicamente o final dessa temporada e mais a temporada 2009/2010.

Embora asiática, a Sbobet vem se expandindo pela Europa, principalmente nas Ilhas Britânicas. Não por acaso, tem licença operacional também do governo da Ilha de Man.


É um fenômeno curioso e preocupante o crescimento das casas de apostas no mundo do futebol. Menos curioso e muito mais preocupante, principalmente levando em consideração os envolvimentos passados entre apostadores, atletas, juízes, o que já levou a FIFA e a UEFA a tomarem precauções com essas empresas.


.

Marcadores: , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home