Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quarta-feira, maio 21, 2008

Ao Vencedor, 106 milhões de euros


Esse é o valor, ou o impacto positivo, numa linguagem mais elegante e ampla, que o vencedor do jogo de hoje em Moscou (nesse momento ainda em 1x1) vai ganhar na próxima temporada, que começará em agosto.

Esse número foi levantado em estudo patrocinado pela MasterCard e realizado pelo Professor Simon Chadwick, Director of Coventry University's Centre of the International Business of Sport.

Segundo o Prof. Chadwick, estão aqui incluídos prêmios em dinheiro, acordos de patrocínios, direitos de TV, aumento de vendas nos tickets para a próxima temporada e também a valorização do elenco. A esse valor deve-se somar, ainda, 30 milhões de libras, o equivalente a 38 milhões de euros (99 milhões de reais), que cada um dos dois finalistas já amealhou no decorrer dessa edição da Champions League. Ou seja, o impacto positivo do vencedor atingirá a bagatela de 144 milhões de euros. Em dinheiro brasileiro, para podermos entender um pouco melhor (será?), nada menos que 374 milhões de reais.

Para um melhor comparativo, São Paulo, Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Santos e Fluminense tiveram uma receita total de 311 milhões de reais em 2007, considerando as receitas operacionais sem as transferências de atletas (ver post nesse Olhar Crônico Esportivo do dia 5 desse mês).

O impacto positivo sobre as receitas do vencedor, sozinho, será 20% maior que essas receitas de seis dos maiores clubes brasileiros.

Mesmo que todo esse valor não se realize, considerando valorização do elenco, ainda assim os números continuam impressionantes.

O estudo mostra, ainda, que houve um crescimento de 28% sobre o valor encontrado em 2007 para o Milan, que teve um impacto positivo calculado em 67 milhões de libras, ou 84 milhões de euros.

Também as cidades-sede dos jogos beneficiaram-se com a decisão do torneio continental. Enquanto Atenas teve um ganho financeiro pouco superior a 22 milhões de euros com a final, para Moscou a previsão é de nada menos que 44 milhões de euros, simplesmente o dobro.

Tal como o cálculo feito para São Paulo, com o GP Brasil de Formula 1, esse valor inclui as despesas com hotéis, bares, restaurantes, transporte, impostos e tudo o mais que os turistas gastam ou acrescentam à economia local, direta e indiretamente.

O Prof. Chadwick diz, também, que o impacto positivo para as contas do perdedor não fica muito longe do número do vencedor, o que, segundo ele, eleva o total de ganhos proporcionados pela Champions League aos seus finalistas e à cidade-sede à fantástica soma de 262 milhões de euros ou mais de 400 milhões de dólares, valor que só encontra comparativo com a SuperBowl americana.

O MasterCard é o patrocinador official da UEFA Champions League desde 1994.


.

Marcadores: ,

6 Comments:

  • At 8:28 PM, Anonymous Anônimo said…

    Caro Emerson,

    de coração, com toda a fidalguia tricolor, hoje eu quero que seu time perca!!! hehehehe

    Saudações tricolores!!

    Não consigo ver o jogo, já derrubei algumas cervejas, vou me virando com Champions e com o jogo do Boca, e se não apagar até a hora do jogo, vou de Vasco x Sport.

    Abração,

    Lilu

     
  • At 8:44 PM, Blogger Emerson said…

    Hahaahahaha...

    Lilu, fidalgamente, também de coração, quero que seu time no máximo empate hoje.

    :o)

    Eu tenho a minha visão sobre a Libertadores, e nela, chegar às quartas é uma grande vitória.

    Se o São Paulo for eliminado eu ficarei triste, mas amanhã mesmo estarei defendendo Muricy e os jogadores porque eles fizeram sua parte na competição.
    Chegar às quartas não é para qualquer um, é exclusividade de 8 equipes, apenas.

    Acredite, se isso acontecer - a saída do SP - será muito menos triste que a derrota para o Once Caldas.
    E infinitamente menos triste que a derrota para o Velez, nos pênaltis, ou a derrota para o Independiente em Santiago, no terceiro jogo da melhor de três.

    :o)

    A vida continuará e 2009 tá logo aí, já, e com ele uma nova edição da Copa Libertadores, nossa velha paixão.

     
  • At 10:31 PM, Anonymous Anônimo said…

    Puxa Emerson, concordo em tudo (menos meu time perder).

    Reconheçco no Muricy um craque (aquele título do Inter só aconteceu por causa do trabalho que ele fez lá), mas acho que o Renato Gaúcho e todo o elenco tricolor tá fazendo bonito!!

    Aqui no Rio, muita gente, incluindo mídia, achou que seria um vexame a nossa participação na Libertadores. E fomos o primeiro na fase de grupo, fizemos o jogo mais bonito - contra o Arsenal - e se sairmos hoje, será para um mega-campeão, como o São Paulo.

    De qualquer jeito, Telê Santana estará feliz com os tricolores dele.

    Beijo na Rosa. Não consigo chegar perto da TV e ainda não consegui empacotar...
    Lilu

     
  • At 12:46 AM, Anonymous Anônimo said…

    NEEEEEEEEEEEEEEEENSEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE !!!!!!!

    Sorry, Emerson...

    Lilu

     
  • At 2:19 AM, Blogger Emerson said…

    Curta, Lilu, faz parte.

    Comemorar é ótimo.

    No que me diz respeito, já estou calmo (fui até elogiado por uns amigos são-paulinos numa lista).

    A dor de estómago passou, a ansiedade sumiu.

    Tenho uma coleção de derrotas tristes nas costas.
    Essa passa longe.
    Ficamos fora por um gol.
    Não existe vergonha na derrota, só na desistência.

    É isso, Telê deve estar feliz, mesmo.

    Beijo, boa noite e aproveite a madrugada de feriado.

    :o)

    E parabéns, claro, novamente, pois já cumprimentei no JA e nos blogs do Igreja e do Balla.

     
  • At 6:36 PM, Blogger ronaldo derly said…

    Parabéns aos tricolores carioca e
    paulista pelo ESPETÁCULO de ontem um
    jogo proibido para quem sofre dos ner
    vos,jogaço de bola,digno de uma final

    ronaldo derly

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home