Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quinta-feira, dezembro 14, 2006

Que viva Mexico!



Finalmente, demorou um pouco mas um time mexicano vence um torneio da CONMEBOL.

O Pachuca derrotou o Colo-Colo por 2x1, depois de sofrer 1x0, em Santiago do Chile. É uma vitória há muito anunciada, pois o nível de qualidade, organização e experiência do futebol mexicano só tem subido, impulsionado, sem dúvida, pela presença de 4 equipes mexicanas na Copa Libertadores da América desde os últimos anos da década de 90.

Outro sintoma dessa evolução é a própria seleção mexicana, com excelentes desempenhos em diversos torneios, como a Copa América e a Copa das Confederações. O próximo passo será chegar mais longe na Copa do Mundo de forma consistente e não acidental.

As equipes mexicanas primam por um excelente preparo físico e toque de bola, com um índice de erros de passe relativamente baixo, mesmo se comparado aos índices de times brasileiros. Provavelmente, devido à influência dos treinadores argentinos que dirigiram vários times e a seleção.

Essa vitória vai reacender uma discussão que teima em grassar no Brasil e diz respeito à participação dos mexicanos no Mundial de Clubes caso vençam a Libertadores. Mas essa é uma discussão sem base de apoio, exceto o fato de um time vencer um torneio.

A lógica do sistema é clara e cristalina: o Mundial de Clubes da FIFA é disputado pelos campeões de cada continente, ou seja, de cada Confederação. Indicar o campeão é uma convenção, pois nada impede que uma Confederação indique outro time. Abrindo a Libertadores à disputa por times mexicanos, a pedido destes, a CONMEBOL colabora com o desenvolvimento do futebol em outro país e mercado, mas nem por isso pode ou deve abrir mão de indicar seu próprio campeão para a disputa do Mundial, mesmo que esse não seja o campeão do torneio que aponta o participante. Sem esquecer que dois times mexicanos disputam a Copa dos Campeões da CONCACAF, cujo vencedor disputa o Mundial de Clubes.

Sinceramente, não consigo enxergar justiça e nem mesmo lógica nos repetidos pleitos de jornalistas e torcedores brasileiros no sentido de que um time mexicano, caso vença a Libertadores, dispute o Mundial de Clubes em lugar de uma equipe sul-americana.

Bienvenido, México!

.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home