Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

domingo, dezembro 17, 2006

Mundo colorado!


Internacional de Porto Alegre Campeão Mundial de Clubes.

Confesso que apostava minhas fichas no Barcelona, não pelo jogo contra o América mexicano, mas pelo crescimento mostrado nos últimos jogos pela Liga e pela Champions.

E o Barça jogou melhor a maior parte do tempo, hoje.

Mas não conseguiu marcar, não conseguiu vencer a defesa gaúcha e, por fim, Clemer, mais uma vez um grande destaque num jogo decisivo.

A marcação em cima de Ronaldinho funcionou e ele ficou sem espaço para desenvolver o jogo.

E o gol nasceu de um contra-ataque, praticamente o único que encaixou. Iarley limpou a jogada e tocou para Adriano que teve habilidade e tranqüilidade para tocar na saída de Victor Valdéz, aos 35’ do 2º tempo.

No mais, a história do jogo teria de ser contada pelos ataques blaugranos, os chutes perigosos, as defesas de Clemer. De certa forma, Abel Braga repetiu o esquema montado por Autuori para o São Paulo em 2005.

Parabéns ao Internacional!



Vitória brasileira


Sim, vitória brasileira, desse mesmo futebol que é tido e havido como inferior.

O Inter é fruto do Campeonato Brasileiro e da Libertadores, onde só jogam “refugos” ou os jogadores que não têm qualidade para desfilar pelos gramados europeus.

Não é bem assim. Apesar dos grandes nomes estarem na Europa, os jogadores que aqui ficam têm bastante qualidade e no mínimo dois times provam isso. E provam que poderiam, tranquilamente, disputar a Champions League em condições de disputar e chegar, no mínimo, às semi-finais.

Se outros times brasileiros tivessem a mesma organização e seriedade de Internacional e São Paulo, com certeza teríamos mais dois ou três times no mesmo patamar.

Ao fim e ao cabo, a diferença realmente impactante entre o futebol que aqui se joga e o que lá se joga, está mais fora do que dentro do campo.

.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home