Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quarta-feira, abril 09, 2008

Guerra dos estádios – V e VI (atualização)


Cada qual na sua casa

Depois de muita demora, muitas reuniões e muito falatório, ficou definido o que seria o mais lógico no esquema semi-amadorístico que determina os rumos do futebol em São Paulo e no Brasil: o segundo jogo das semi-finais entre Palmeiras e São Paulo será no Estádio Palestra Itália.

A vantagem dessa decisão: termina com as reclamações da diretoria e da torcida palmeirenses, além de parte da imprensa.

As desvantagens:

- ao invés de 67.000 torcedores, apenas 22.000 assistirão à partida (esse número ainda será definido pela PM e poderá ser menor;

- riscos de violência em todo o entorno do estádio;

- riscos no próprio estádio.

Mas, pelo menos a ópera terminou.

Não ainda: a Federação informou que prosseguem as reuniões para definir divisão de renda e carga de ingressos.

A ópera terá no mínimo mais um ato.





Guerra dos estádios – VI


Há pouco recebi a confirmação da Federação: as rendas serão dos mandantes, que deverão acertar caso a caso a carga de ingressos.

Pela praxe do Campeonato Brasileiro, caberá 10% do número de ingressos para a torcida visitante em cada estádio. Resta definir somente a lotação que a Polícia Militar irá liberar para o Palestra Itália, mas que não será superior a 22.000 lugares, talvez um pouco menos. Dessa forma, se todos os ingressos forem vendidos, o Morumbi receberá quase 7.000 palmeirenses, de uma carga total de 67.815 lugares. Já o Palestra Itália receberá um máximo de 2.200 são-paulinos, caso confirmado esse número de lugares pelas autoridades policiais.

Ontem a direção do Palmeiras reclamou que o São Paulo estava restringindo a venda de ingressos para sua torcida, liberando vendas apenas na Geral Amarela. Entretanto, há a informação de que bilhetes de outros setores também foram vendidos, pois havia a perspectiva de torcidas divididas por igual no caso das duas partidas serem realizadas no Morumbi ou fora da cidade.

Pelo jeito, mais confusão à vista.

Nesse caso, a ópera continuará.



.

Marcadores: , ,

8 Comments:

  • At 6:38 PM, Anonymous eduardo gomes said…

    Emerson seu site é ótimo parabéns.
    ...
    Cada um joga na sua casa e da 10% dos ingressos vice-versa e violência tem no Palestra Itália e no Morumbi também.
    ...
    O Presidente do Palmeiras pensou no título ao invéz de visar o $$$ e eu achei correto isso.
    ...
    Agora se o São Paulo tirar o Palmeiras não terá desculpa nenhuma como teria se fosse dois jogos no Morumbi.
    ...
    Boa sorte aos dois clubes e viva a igualdade.
    ...
    Como eu queri ver o MT brigar pelos direitos adquiridos do Santos FC, confesso fiquei com uma pontinha de inveja.
    ...
    hehehehehehe

     
  • At 6:39 PM, Anonymous eduardo gomes said…

    CORREÇÃO: queria...

     
  • At 6:50 PM, Blogger ronaldo derly said…

    caro emerson essa questão deveria ser
    decidida antes do campeonato começar
    e não na semana do clássico,agora se
    fosse jogar na loteca cravaria um tri
    plo,um abraço e tudo de bom.

     
  • At 7:10 PM, Anonymous eduardo gomes said…

    ronaldo derly agora eu espero que o Palmeiras, Santos FC, Portuguesa e todos times do Interior Paulista na hora de assinarem o Regulamento do Paulistão 2009 vote contra está clausula que a FPF que coloca os jogos aonde quer.
    ...
    Tem que mudar e todos os times jogarem em suas casas independentemente de renda e publico deveria ser lei isso cada um joga um jogo em sua casa o futebol tem que ser profissional? Tem sim. Mas na hora de decidir título o que tem que valer é o caneco e não mais $$$.
    ...
    Eu como santista sempre quero o Santos FC jogando um jogo na Vila Belmiro, assim como o palmeirense no Palestra Itália a Portuguesa no Canindé os times do Interior Paulista em seus respectivos estádio e por aí vai.
    ...
    Agora é brigar na hora que a FPF for aprovar o Regulamento do Paulistão 2009, aguardemos.
    ...
    Na proxima reunião do conselho santista o Marcelo Teixeira será cobrado para fazer isso, aguardemos os proximos capitulos.
    ...
    E para terminar se o Palmeiras passar para a final os seus dirigentes tem que ter a GRANDEZA de brigar para jogar um jogo no Interior e outro no Palestra aí eles mereceram.
    ...
    Clap, Clap, Clap, Clap, Clap, Clap.

     
  • At 7:22 PM, Blogger Emerson said…

    Fala, Edu, bem vindo a bordo.

    :o)

    Olhe, você sabe que eu considero o Morumbi neutro, assim como muita gente boa infinitamente mais capacitada que eu.

    Mas eu concordo com o Palestra, concordo com Guará, Campinas, concordo que se deve jogar onde o mandante quiser, desde que com segurança. Sempre respeitando, é claro, renda para o mandante e divisão de torcidas na linha do Campeonato Brasileiro: 10% para os visitantes.

    Acredito que só teremos exceção a isso numa disputa São Paulo/Corinthians.

    E o pior é que os "mano" levam vantagem.

    :o)

     
  • At 8:08 PM, Blogger ronaldo derly said…

    caro eduardo e emerson concordo com
    os argumentos que voçes apresentaram
    infelizmente como bem disse o emerson
    o nosso regime de administração do fu
    tebol não é profissional,então temos
    que conviver com essas situações biza
    rras,tomara que a bola rolando compen
    se tanto oba oba,abraços.

     
  • At 9:00 PM, Blogger agepe said…

    Pena que ao invés de uma preocupação em dar qualidade ao torcedor..a maior preocupação seja com a segurança..contra a violência de quem deveria ir torcer pro seu time...sinais dos tempos..sinais da ignorancia do ser humano...(se é que certas pessoas podem ser configuradas como humanas)
    Mas que os dois jogos sejam fantásticos..como deve ser um clássico do nivel de Palmeiras x SPFC e vice versa.
    Ailton

     
  • At 12:08 AM, Blogger GUERRILHEIRO DA BAIXADA said…

    Meu amigo, o São Paulo quer que o mundo gire à sua volta. O Palmeiras tem seu estádio e deve jogar lá. Qualquer time do universo lutaria para isso. A propósito: não vi nenhum comentário sobre isso aqui (talvez tenha me passado batido): o regulamento da competição proíbe que um jogo de semifinal seja disputado em estádio com capacidade de 22 mil pessoas? Se não proíbe, então não há nem o que discutir! O Palmeiras tem direito de jogar em casa e pronto. "Ah, mas a renda vai ser menor..." E daí? Dane-se a renda!!!! E desde quando estádio grande é garantia de paz e tranquilidade??? Que eu me lembre, o Morumbi já foi palco de guerras homéricas entre torcidas. Então, vamos parar de chorar e jogar bola, que é o que interessa.

    Sds

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home