Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

segunda-feira, abril 07, 2008

A guerra dos estádios – III e IV




A guerra dos estádios – III – O que dizem o Presidente e um jogador do Palmeiras


Repórter: Presidente, o Dr. Marco Polo diz que o Morumbi é neutro. O senhor concorda?

Afonso Della Monica: O Morumbi é neutro quando jogam Palmeiras x Corinthians, Palmeiras x Santos, Corinthians x Santos, mas com o São Paulo o Morumbi não é neutro, é a casa do São Paulo.

Repórter: Então, Presidente, jogando as duas partidas no Morumbi o São Paulo é mais favorito para passar para a final?

Della Monica: Não, isso não, clássico é clássico, não tem favorito.

Programa Arena Sportv, 2ª-feira, 7 de abril, com a presença do lateral Leandro, do Palmeiras:

Cléber Machado: Leandro, dentro de campo, jogando no Morumbi, o São Paulo é favorito?

Leandro: Não, dentro de campo não tem diferença, é tudo igual.

Também presente ao programa, Cleber perguntou a mesma a Muller, que jogou no São Paulo e também no Palmeiras, conquistando títulos nos dois clubes, se havia diferença jogar em um e outro. Muller disse que não há problema algum os dois jogos serem no Morumbi e que essa é a melhor saída. Para ele, o Morumbi é neutro.

Se clássico é clássico e se o Morumbi é neutro ou não faz diferença, por que, então, toda essa pendenga?


A guerra dos estádios – IV – Quantos milhões são eles?


Quantos são os torcedores dos dois times na cidade de São Paulo e na Grande São Paulo?

Olhar Crônico Esportivo fez um levantamento rápido, usando como fonte o IBGE e a última pesquisa Datafolha.

Os números levantados para a cidade e para a Região Metropolitana são estimados. Os números da pesquisa são os números de torcedores e não de habitantes, como nas contas dos presidentes de alguns grandes clubes. Ou seja, são considerados apenas os brasileiros acima de 16 anos, que declararam torcer por algum time ou ao menos gostar de futebol.

Cidade de São Paulo:

1,2 milhão de torcedores do São Paulo

0,8 milhão de torcedores do Palmeiras

Total de torcedores acima de 16 anos para os dois times: 2 milhões

Grande São Paulo:

2,1 milhões de torcedores do São Paulo

1,3 milhão de torcedores do Palmeiras

Total de torcedores acima de 16 anos para os dois times: 3,4 milhões

O Palestra Itália tem capacidade oficial para 29.173 lugares, condicionada, porém, à liberação dos órgãos de segurança, o que reduz a capacidade do estádio para 22.000 pessoas.

O Morumbi tem sido liberado, mesmo em jogos de duas torcidas, para 72.000 lugares, mais que o triplo possível no Palestra.

Então, considerando a Região Metropolitana, temos mais de três milhões de torcedores e há quem queira fazer o jogo num estádio para apenas 22.000 pessoas. Isso, sinceramente, não é pensar profissionalmente. São esses números, ao lado das ponderações da PM e do MP, que fazem o presidente da Federação declarar-se a favor do Morumbi.

A meu ver, tem lógica.


.

Marcadores: , ,

2 Comments:

  • At 12:42 AM, Blogger Rod Molina said…

    Andei me arriscando na sua área e postei no Fair Play sobre a relação Nike/Flamengo. Até cito seu nome no texto. Quando tiver um tempinho dá uma olhadinha.
    abraço.

     
  • At 11:02 PM, Blogger Rod Molina said…

    Mermão...Quando você falou em "A Guerra dos Estádios" na primeira vez, inclusive já prevendo que o assunto iria render, não imaginei que chegasse a tanto. Até porque está no regulamento que a FPF escolheria as sedes dos jogos, o que torna a discussão vazia, a meu ver. E intempestiva. A discussão deveria acontecer, antes da elaboração do regulamento. Agora...Cumpra-se. Simples assim.

    O Pau quebrou hoje lá no JA em torno do tema...hehehe.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home