Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quarta-feira, abril 04, 2007

Agora é futebol

Certa manhã, há mais de trinta anos, quase quarenta, olhei surpreso para a primeira página do meu jornalão de todo dia, onde um anúncio estapafúrdio atraía toda a minha atenção. Se a memória não me trai, tinha uma rosa e em cima a frase “Agora é samba”, com a assinatura da Rádio Eldorado AM embaixo. Achei aquilo esquisito, fora de propósito, como podiam colocar aquele anúncio de uma rádio no espaço mais nobre e visível do jornal? Estranhos, também, eram os versos de Camões no Estadão, e as receitas de comidas diversas no Jornal da Tarde. Mais estranho, ainda, é que as receitas não tinham pés e tampouco cabeça. Tudo muito estranho. Era, e novamente espero não ser traído pelos meus neurônios sobreviventes, começo de 1972, e eu ainda não tinha muito clara a dimensão da ditadura em que vivíamos. Em pouco tempo eu perderia essa ignorância e, com ela, parte de minhas crenças e ingenuidade. Camões, anúncio da Rádio Eldorado, receitas incompletas, eram apenas remendos para cobrir os buracos deixados pelas matérias cortadas pelos censores. Naquele tempo, liberdade era apenas um mito, ainda não era uma “calça velha, azul e desbotada”, o que veio a ser pouco tempo depois.

Trago essas lembranças à tona porque ontem a Rádio Eldorado e a ESPN Brasil assinaram um acordo pelo qual transmitirão, conjuntamente, futebol pela rádio AM e nos sites da rádio e da emissora. Futebol na Rádio Eldorado... Quem diria! É, esse mundo anda meio louco, mesmo. A Rádio Eldorado foi sempre o oásis no dial para quem não queria ouvir as transmissões de futebol, ou a programação boçal e banal de outras emissoras. Bastava sintonizar nos 700 khz e pronto: jazz, música clássica, música brasileira da maior qualidade...

Com o tempo o jornalismo ganhou mais espaço na emissora. Um dia, há muito, muito tempo, a emissora botou um helicóptero no ar e dentro dele um jornalista falando do trânsito na cidade. Chocante! Lentamente, a música foi se abrigando mais e mais na FM e a AM mais e mais ficou com o jornalismo e variedades. E agora, 49 anos depois de sua fundação, a emissora chega ao futebol. De tudo isso a lembrança daquele anúncio provocado pela censura:

Agora é futebol.

E por que a Rádio Eldorado aderiu ao futebol?

Afinal, estamos em 2007 e não temos Copa do Mundo, é apenas um ano comum como outro qualquer. Acho que a explicação é simples e está expressa nesse trecho da entrevista ao Estadão da diretora da emissora, Miriam Chaves:

“O público do futebol se ampliou.”

Sim, o público do futebol é hoje mais amplo, não somente maior, o que seria por mero crescimento vegetativo, mas é, também, mais amplo, atinge mais pessoas de faixas etárias e camadas sociais que antes eram pouco ou nada atingidos. Eis um dado importante a ser levado em conta.

Outra coisa importante, agora destacada pelos publicitários, como Washington Olivetto: as duas emissoras estão entregando ao mercado um pacote de transmissão com duas mídias e três canais diferentes; teremos a rádio AM e dois sites, todos transmitindo o mesmo evento, com as mesmas pessoas. Para o ouvinte e internauta, uma alternativa muito atraente. Para os anunciantes também, é o que imaginam os diretores das emissoras e os publicitários.

Eu gosto da idéia e muito. Provavelmente, em algum momento, serei ouvinte, mais no rádio do que pelo computador.

Bem-vinda, Rádio Eldorado.

E seus novos locutores não usarão terno e gravata, pois os tempos mudaram e a rádio também. Essa é uma velha brincadeira, lembrada pelo Olivetto, pois dizia-se há trocentos anos que, se um dia a Eldorado transmitisse futebol, seus locutores usariam terno e gravata, traje condizente com suas vozes e padrão de locução.

É, os tempos mudaram.

.

Marcadores:

4 Comments:

  • At 1:17 PM, Anonymous Ana said…

    Emerson,
    Obrigada por seus cometários! Achei o mesmo com relação ao Milan e tive vontade de "esculhambar" o "Antallotti" como diz uma amiga minha torcedora do Milan, mas, achei melhor ficar só na descrição básica daquele joguinho "trucado" do "Mula" (outro apelidinho que a garota deu pro Ancellotti!!).E se quer saber, acho que lá não vai dar pro Milan não!!
    Até mais

    bjs!

     
  • At 2:41 AM, Blogger chicodakombi said…

    Grande Emerson!
    Eu lembro que nos anos de chumbo, antes dos programas da tv aparecia um certificado dizendo "liberado pela censura federal". Sinistro.
    Comecei a sofrer com meu glorioso Botafogo pelas ondas do rádio AM, em 1971. No rádio Zilomag do meu pai, com dez anos de idade eu escutei o Botafogo perder roubado para o Fluminenese a final do Campeonato Carioca de 1971 - gol ilegal de Lula. Sou viciado em rádio e ouço todas as noite a Globo AM-RJ-1220. Através do radinho de pilha e não pela net.
    Abraço.
    Helio Arcanjo.

     
  • At 12:08 PM, Anonymous Celso Ricardo said…

    A turma da Maré Mansa, no Mundo da Bola, Os Trepidantes, "nem o sol cobre melhor o Flamengo que Zildo Dantas", Jorge Cury:-dá-lhe garoto!,Waldir Amaral: -você ouvinte, é a nossa meta..., Doalcei Camargo: - disparou...gol, Antônio Porto: - bola 'prô mato que o jogo é de campeonato, "O Homem da Maricota, Orlando Baptista, Haroldo de Andrade, Cidinha Campos, Waldir Vieira... Saudade do rádio...

     
  • At 8:44 PM, Anonymous Ana said…

    Ô amigo, "bota vareio" nisso!! ha ha ha ha ...Eu não vi o jogo porque estava trabalhando, porém, quando fui ver o resultado...Meu amigo, nem acreditei!!
    Mas acho que sei o nome disso..."Salto alto" !! "Clima de já ganhou" e com um time forte como o Manchester United não se brinca. Principalmente em casa!

    bjs!!

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home