Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quinta-feira, março 29, 2007

Estádios, ainda...


“O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Eider Dantas,... informou que após os Jogos o local (Estádio do Engenhão) será repassado à iniciativa privada por 30 anos. Segundo ele, os R$ 380 milhões investidos no Engenhão não serão recuperados nesse período, mas 'o mau negócio passará a ser bom', porque a prefeitura deixará de gastar R$ 200 mil mensais em manutenção. Pode não ser tão fácil. 'Ofereci a todos os grandes clubes do Rio, mas ninguém se interessou.''”

Essas declarações do secretário de governo carioca foram publicadas na edição de hoje do Estadão.


Para a Folha, disse que a manutenção mensal custará 250 mil reais. Inicialmente, a obra estava orçada em apenas 60 milhões de reais, valor que transformou-se, por enquanto, em 380 milhões.

O Engenhão é um estádio pequeno e não tem todas as características de uma moderna arena multiuso, e mesmo assim custou (se ficar só nisso...) 380 milhões de reais. O secretário diz que sua manutenção custará 200 mil reais mensais. Otimista, ele, claro, embora saibamos que esse número é o popular engana-trouxa e serve para não assustar os eventuais interessados.

Mas, quem tem interesse no estádio? Ele mesmo diz que nenhum dos grandes times cariocas manifestou interesse no estádio, que já nasce sofrendo de elefantíase branca crônica.

Os muitos torcedores dos muitos times cujos dirigentes falam em estádio próprio deveriam ler com atenção essa declaração e pensar, bastante, a respeito dela e suas implicações.

Auê copeiro

A Copa 14 já desperta grandes movimentações por toda parte. O presidente da CBF, que prefiro chamar de casa b... do futebol, Sr. Ricardo Havelange, em solteiro Teixeira, circula com pompa & circunstância por várias capitais brasileiras, sendo em todas recebido como eminente visita, como outrora se recebiam os enviados plenipotenciários da metrópole. Aqui e acolá deita falação o neo Havelange, sempre desmerecendo e jogando para baixo o que temos. Obviamente que esse impávido senhor se julga acima do bem e do mal e tem certeza que nada disso que ele critica tem a ver com a organização que ele, hereditariamente, recebeu e dirige.

Por razões políticas, S.Excia. não quer jogo da Copa no Morumbi, assim como não programou nenhum jogo da Seleção nas Eliminatórias 2010 para a cidade de São Paulo. Diz a quem quer ouvir que São Paulo só terá a Copa se construir um estádio novo.

Patético, o neo Havelange.

Ou não... Afinal, doze estádios novos – objetos do desejo da rapaziada – custariam a bagatela de 7 a 10 bilhões de reais, por baixo. Dinheirama grossa, motivadora ao extremo, tanto aqui como em Nova York e até em Zurich e Tokyo. Dinheiro demais da conta...

.

Marcadores:

4 Comments:

  • At 12:28 PM, Anonymous Cal said…

    Fala, Emerson...
    É engraçado como os Estados se preocupam ainda na construção de Estadio novos pro Brasil...
    Os politicos e adminstradores no Brasil estão se superando na infinita capacidade de corrupção que eles possuem ...lamentável!

     
  • At 12:40 AM, Blogger Ana said…

    Oi!! Você deixou este endereço quando visitou o meu blog e vim conhece-lo! Achei muito bom e penso extamente o mesmo com relaçao áquele Ricardo Teixeira!! É um ridículo!! Só ele acha que o Morumbi não serve para sediar algum tipo de jogo. Acho que na opinião dele, São Januário, ou Caio Martins são muito melhores equipados!!

    Responda-me uma coisa com sinceridade, na sua opinião, dadas as condições socio-economicas do Brasil, você acha que o país tem condições de sediar uma copa do Mundo mesmo que seja em 2014?

    Mas, mudando de assunto, eu também ainda trabalho com Marketing, mas, não do jeito que eu gostaria. Eu gostaria de estar trabalhando com Marketing esportivo com foco no produto futebol. Tanto faz que seja, marketing para o esporte quanto o marketing através do esporte. É um área muito legal e que eu adoro, mas, aqui no Brasil, é super difícil entrar nesta área, a do marketing esportivo, os times ainda são relutantes quanto a isso e as empresas estão começando a perceber agora a força que o esporte e o atleta trás para a imagem de qualquer marca.

    Adorei a sua visita!!

    bjs!
    Ana
    http://www.mulhernofutebol.blogger.com.br

     
  • At 9:41 AM, Blogger Iara Alencar said…

    Ola Émerson, você precisa relaxar mais, não pode entrar na pilha assim la no ledio.
    Sobre estádios, eu nem sei mais o que pensar, porque os “especialistas”em esportes dizem que um clube precisa de ter um estadio pra ser grande, porque alugueis e taxas do maracanã é caro, porque isso e aquilo, aí você mostra os custos que o SP tem com o jogos, eu juro que ano entendo mais nada.

     
  • At 9:28 PM, Anonymous Anônimo said…

    Big Emerson,

    Pode ter certeza que o Genro esta acertado com as empresas que fazem projetos e construcao dos Estadio.

    Nesse pais acho uma temeridade realizar o Pan, Olimpiadas e Copa do Mundo.

    Falta infra estrutura. No Pan nao fizeram uma obra desse tipo. A despoluicao da Baia da Guanabara ja seria uma grande vitoria.Falta tb seriedade para organizar tais eventos.

    Nao vou falar em seguranca. O patetico eh o Governo Carioca estar fazendo acordos com o crime organizado para poder realizar o Pan com alguma paz. Patetico demais.

    Copa do Mundo de 2014 deveria ser no Canada ou Australia.

    Abs.


    Pedro Goulart

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home