Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quinta-feira, janeiro 18, 2007

DINHEIRO de gente grande MESMO

Dois vírgula sete bilhões de libras esterlinas.

= Onze vírgula três bilhões de reais.

= Quatro vírgula dois bilhões de euros.

= Cinco vírgula três bilhões de dólares.

Esse valor é o total dos direitos de tevê e mais internet e celulares, negociado para as temporadas de 2007/8, 2008/9 e 2009/10. Ou seja, praticamente 1,4 bilhão de euros por temporada da English Premier League.

Do valor total negociado de 2,7 bilhões, o mercado interno responde por 1,7 bilhão para a televisão aberta e fechada (quase toda fechada, na verdade), e mais 400 milhões para internet e “mobile phone”.

Outros 625 milhões de libras – quase um bilhão de euros – virão de 208 países, negociados em 81 blocos, válido também para as três temporadas. Esse valor mais que dobra o total do presente contrato com o exterior, que é de apenas 300 milhões de libras (465 milhões de euros).

Uma prova incontestável do crescimento da audiência e prestígio do Campeonato Inglês em todo o mundo.

Apenas para efeitos comparativos: em 2006 a televisão pagou 108 milhões de euros, ou meros 71 milhões de libras pelo Campeonato Brasileiro. Num horizonte de três anos, isso daria 213 milhões de libras ou a bagatela de 330 milhões de euros. A negociação brasileira inclui mercado doméstico e internacional.

Internet e celulares estão fora do pacote e da realidade também.

Enquanto isso, os campeonatos estaduais, as federações estaduais e as ligas municipais em boa parte fantasmas, vão bem, obrigado.

.

Marcadores:

5 Comments:

  • At 4:55 PM, Blogger IARA said…

    Nossa?são tantos “ões”que eu ate perdi as contas.
    Mas o mundo pode gostar, na boa Emerson, eu não aguento o ingles não!eles podem chamar aquilo de futebol, porem é de dá cansaço.

    Por obséquio, voce tem os dados referente ao Brasileirão?

     
  • At 10:55 AM, Blogger Emerson said…

    Iara, do BR o que eu sei é o que postei: em 2006 a tevê pagou 300 milhões de reais pelo campeonato, cobrindo tevê aberta, fechada e o pay-per-view, inclusive mercados externos.

    Não houve negociação envolvendo internet e celulares, que eu saiba, mas, caso não tenha mesmo ocorrido tal negociação, ela é uma questão de tempo para acontecer.

     
  • At 1:44 PM, Anonymous Tiago Maranhão said…

    Caro Emerson, que grata surpresa conhecer este seu olhar crônico.

    Voltarei com freqüência.

    Obrigado pela visita.

    Abraço.

     
  • At 8:29 PM, Anonymous Anônimo said…

    Campeonato Paulista começou e o ilustríssimo comentarista esportivo ainda não nos brindou com nenhuma pérola, portanto que tal lembrarmos algumas de suas mais célebres constribuições ao "bestiário" nosso de cada dia...

    10) "O jogo só acaba quando termina"
    O Que Albert Einstein diria disso? Sim, Galvão... o tempo é relativo, mas a redundancia não!

    9) "Chutou com a perna que não era a dele"
    De que será que o jogador roubou essa perna? Melhor levar de volta!

    8) "Nós estamos muito preocupados, mas é preciso ficar bem claro para o espectador da Rede Globo que se a bola não entrar, não é gol"
    Meu Deus, então tudo em que eu acreditei até hoje era mentira?

    7) "Se o Brasil acertar todos os ataques e ficar bem na defesa, ele ganha"
    Galvão para Técnico da Seleção JÁ!

    6) "Agora o Brasil tem que correr atrás do PREJUÍZO"
    Assim como não existe "risco de vida", "correr atrás do prejuízo" também não parece fazer muito sentido, Galvão.

    5) "Vai ser o primeiro torneio oficialmente oficializado pela FIFA"
    Afinal, "oficialização" nunca é demais!

    4) "Não dá para fazer 2 gols ao mesmo tempo"
    Não sei não, será que ele já tentou?

    3) "É meu amigo, Brasil e Argentina é sempre Brasil e Argentina"
    Ás vezes, Brasil e Argentina pode ser Russia e Jabaquara!!



    2) "Brasil tá meio mal no jogo, mas eles estão jogando pra fazer gol!"


    Achei que era por dinheiro...

    1) "E depois do jogo, assistam a mais um capítulo inédito de VALE A PENA VER DE NOVO"
    Sem comentários, a mais antológica!

    Obs: Galvão nas Olimpiadas de Atenas acenando para astrounatas da MIR até que a Gloria Maria o interrompeu dizendo: "a MIR caiu em 2001, Galvão"!

     
  • At 11:02 PM, Blogger Emerson said…

    heheheheheheheeeee...

    Divertido, sem dúvida, mas algumas dessas pérolas têm lá sua lógica, né? Considerando o estilo coloquial e coisa e tal.

    :o)

    Bom, eu sou suspeito porque sou fã do Galvão com pérolas e sem pérolas.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home