Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

quarta-feira, novembro 08, 2006

E por falar em dinheiro...


A revista inglesa TV Sports Marketing encomendou uma pesquisa sobre valores ligados às transmissões de futebol em todo o mundo.

E, para minha surpresa e de muito mais gente, o Campeonato Brasileiro é o sétimo melhor pago em todo o mundo. E é o mais bem pago nas Américas.

O valor pago pela Globo em 2006 foi de 300 milhões de reais, o equivalente a cerca de 111 milhões de euros ou 136 milhões de dólares.

É um valor três vezes maior que o que é pago pela Televisa e TV Azteca pelos times mexicanos: 47 milhões de dólares ou 103 milhões de reais. É interessante notar que o PIB mexicano é, basicamente, do mesmo tamanho do brasileiro. Na verdade é um PIB maior, se considerarmos que a atual política cambial brasileira tem deixado o dólar num patamar mais baixo do que seria a realidade.

Os outros 6 campeonatos à frente do Brasileiro são europeus, e o que mais recebe da televisão é o Francês: 650 milhões de euros (1,75 bilhão de reais).

E por falar em Globo...

A rede deve estar satisfeita. Os índices de audiência dos jogos têm se mantido altos e todas as cotas de patrocínio para 2007 já foram vendidas. Na verdade, “faltou cota”. Um dos maiores anunciantes ficou fora do pacote e teve de contentar-se com o patrocínio de vinhetas de abertura.

Entretanto, a negociação com outra rede ainda não está fechada. A Record saiu e a Band ainda não entrou. A emissora dos bispos desistiu por achar o valor pedido muito alto (algo como 50 milhões de reais, pelo menos). A meu ver um erro estratégico da emissora.

Comenta-se que seus executivos estão procurando minar o apoio do Clube dos 13 à Globo e, dizem os comentários, teriam conversado algumas vezes com o presidente do Vasco, Eurico Miranda, que normalmente vive em litígio com o C13 e com a Globo.

Um dos complicadores dessa questão é a Copa 2010, que a Globo ora negocia com a FIFA. Os direitos de transmissão da Copa 2006 foram comprados por 83 milhões de dólares, que a Globo sugeriu elevar para 85. Um acordo, porém, parece meio difícil nesse momento, pois a FIFA está pedindo o dobro do valor oferecido. Não ficarei surpreso se a FIFA deixar de negociar com a Globo, isoladamente (uma das poucas redes do mundo que negocia diretamente com a FIFA, dado seu porte e poder de fogo), e passar a negociação para a OITV. Nesse caso, a negociação seria feita, também, com as demais emissoras filiadas: Band, Record, Rede TV e SBT.

.

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home