Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

terça-feira, novembro 07, 2006

Ética, pré-moderação, arbitragens...

... & outros babados.

Ética

No intervalo do Grenal, Abel Braga disse aos seus jogadores que o Santos vencia o São Paulo e que eles precisavam dar o máximo para aproveitar essa vitória e encostar de vez no líder do campeonato.

Só que era o São Paulo que vencia o Santos, por 1x0, placar final do jogo.

Os jogadores do Internacional voltaram ao campo para o 2º tempo, atacaram, pressionaram, sufocaram o Grêmio e venceram por 1x0.

Hummmmmmmmmmmm...

Confesso que essa atitude me desagrada. Vou mais longe: de repente o nome de Abel Braga como um bom técnico de futebol tá meio deletado do meu hd.

Pré-moderação...

... nos blogs da Globo.com.

Não gosto, os blogs ficam parecendo meio mortos, é uma coisa estranha. Era assim no começo e ninguém reclamava, estávamos todos acostumados, o importante era ter o blog aberto, um canal para discussões. Mas depois que se experimenta a velocidade de troca de informações de um blog aberto, tudo que se quer é mais e mais. Quanto mais um blog se aproxima da intimidade de uma conversa de bar ou de uma sala ou de uma varanda, melhor.

O diabo – e sempre tem um diabo no meio – é a aparição dos muitos visitantes indesejados. Tal como na varanda, quando de repente aparecem varejeiras nojentas, marimbondos de ferroada dolorosa, moscas inoportunas e pernilongos enlouquecedores. Ruim demais.

Na varanda, o jeito é ser anti-ecológico e bater um veneninho. Ou convidar alguém que fume um bom cubano. Ou, simplesmente, transferir a conversa pra cozinha. Já num blog, o jeito mais prático e à mão é apelar pra pré-moderação: os comentários vão e ficam guardados, esperando que o editor do blog leia, aprove e publique. Perde a graça.

Eu prefiro a convivência com os idiotas absolutos e relativos que pululam pela internet. São chatos, muitas vezes fico morrendo de vontade de responder, o que é uma completa tolice e combustível generoso para que as insanidades continuem e fiquem ainda mais pesadas. Ignorar é o melhor remédio, tal como naqueles casamentos ficcionais, em que um casal vive junto mas um ignora o outro. Se num casamento isso é ficção, num blog pode ser uma necessidade e uma saída. Os idiotas permanecem até que o editor tenha um tempinho, pegue a vassoura e jogue tudo no lixo.

Arbitragens

Esse é um assunto brabo. E chato, muito chato. De maneira geral aceito bem as falhas contra o meu time. Em situações normais de temperatura e pressão fico quieto, pois sei que todo time tanto é prejudicado como ajudado. Mais que isso: talvez 90% do que apontam como falhas, simplesmente não sejam falhas. Primeiro, porque as críticas são feitas, quase na totalidade, a partir das imagens de televisão. E aí não tem jeito, pois o jogo do juiz é um e o jogo da telinha é outro.

Muitas marcações dependem de interpretação. E o juiz, colocado a poucos metros dos jogadores, pode ter uma interpretação totalmente diferente do crítico, colocado a cinqüenta ou mais metros de distância, se no estádio, ou até a milhares de quilômetros se vendo pela televisão, que nesse caso ainda tem a visão intermediada pelo olho eletrônico da câmera. E distorcida pela zoom, pelo slow motion, pelo foco, pelo isolamento do todo e concentração num só ponto, sem falar do ambiente do jogo, onde o juiz corre, os assistentes correm, o calor e o cansaço dominam, ou a chuva e o frio, o barulho da torcida, o bate-boca dos jogadores, gemidos ou gritos de dor, que nunca se sabe autênticos ou falsos, destinados a enganar.

Mesmo sabendo disso tudo, às vezes reclamo da arbitragem. Mas, confesso, envergonhado, que na maioria das vezes é por irritação e resposta aos ataques sistemáticos feitos contra o meu time. Não só contra ele, mas contra tudo e contra todos. Muito, muito chato, sem dúvida.

Bairrismo

Esse é um dos babados mais chatos, agressivos, ofensivos e estúpidos que existe e prolifera no mundo virtual.

Bairrismo é apenas uma das muitas formas de preconceito. O racial é mais escondido, mais difícil de perceber, mas existe. Já o preconceito via bairrismo campeia solto, seja nos blogs de política, assuntos gerais ou esportivos. Ou em todos, sei lá.

.

.

.


A internet, às vezes, é muito chata.


.

Marcadores:

4 Comments:

  • At 11:10 AM, Anonymous GPoli said…

    Emerson,

    Também acho triste ter que pré-moderar os blogs. Eu fazia isso, desisti... mas agora temo ter que voltar a fazê-lo. As ofensas são muitas e acabam afastando o debate inteligente.

    De toda forma, parabéns pelo seu blog. Interessante e inteligente. Um abraço,

     
  • At 8:27 PM, Blogger Iara Alencar said…

    Emerson, porque foi moderado?
    Eu fico uns diazinhos fora e quando volto nao é mais aquilo que eu gostava!!!

    para de ser chato com o Abel que Etica é coisa que saopaulino nao pode falar muito...

     
  • At 10:46 PM, Blogger Csai D. said…

    Emerson,

    Disculpa la demora en responderte. Si a la Cumbre si pueden ir todas las personas que quieran. De todas formas, aún no se ha concretado nada. Yo te haré saber conforme avancemos.

    Un gran abrazo!

     
  • At 11:42 PM, Blogger JOSE AMBROSIO said…

    Infelismente mentes insanas levam uma pessoa d ebem a cometer atos como pre moderação, o ideal neste caso e um moderador profissional, ou seja linkado o mairor tempo possivel...mas que e um saco isto é.

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home