Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

segunda-feira, junho 26, 2006

Privacidade & Liberdade

O texto a seguir foi transcrito do meu outro blog – Um Olhar Crônico. Nele comento generalidades – muita política – e algumas coisas da vida na roça e do sítio.

Na Alemanha, a atenção das pessoas está dividida entre a Copa do Mundo e a situação do Bruno – transcrito aqui anteriormente.


Quem é Bruno? É o primeiro urso selvagem a aparecer na Alemanha nos últimos 170 anos. Veio dos Alpes Austríacos e andou matando algumas ovelhas e coelhos. Houve uma mobilização estatal pela sua morte. Caçadores finlandeses vieram do gélido norte com suas armas e cães. Sucumbiram ao calor desse verão europeu. A caça ao Bruno continua, mas agora com um hábeas corpus, garantindo sua vida por mais quinze dias. Sou a favor do Bruno, sem tugir nem mugir.

Enquanto isso, a Tv Globo focaliza suas lentes duplicadas e com a zoom puxada ao máximo na boca de Carlos Alberto Parreira em pleno jogo do Brasil. Mostra as imagens gravadas a alguns surdo-mudos, capazes de fazer leitura labial, e estampam o resultado em programa de grande audiência como se fosse um grande feito jornalístico.

Patético. Ridículo. Perigoso. Criminoso. Aético.

Com certeza há outros qualificativos para essa ação desprezível – mais um –, mas não perderei tempo procurando-os.

Todo ser humano tem direito à privacidade em seu lar, em seu lazer, em seu trabalho, mesmo que esse se dê em local público. Isso não dá a ninguém o direito de bisbilhotar, de espionar e divulgar o que ouve ou lê.

Sou um radical defensor da imprensa e da liberdade de informação. Em muitos países há pessoas presas pelo crime único de informarem seus semelhantes. Na China, no Irã, em Cuba, são muitos os exemplos. Mas a imprensa e nós mesmos, blogueiros, uma nova categoria de ser público recém-gestada e parida, temos uma obrigação primordial: proteger os direitos de cada ser humano. Não agredir esses direitos. Respeitar a justiça e seus canais. Uma coisa é denunciar um crime, é assestar câmeras e microfones e os teclados de nossos computadores contra criminosos e contra corruptos. Mesmo assim, ao divulgar eventuais descobertas, temos que ter certeza de estar fazendo a coisa certa, não prejudicando inocentes. Se não tivermos esse mínimo de cuidado, de ética, em nossos comportamentos, nada nos diferenciará dos bandidos que queremos denunciar.

Ora, Carlos Alberto Parreira não é um bandido, não é um criminoso. Ele é um profissional que vê sua privacidade invadida enquanto trabalha. Apenas isso. Fazem isso com ele, hoje, afinal, ele é o homem mais importante do Brasil por esses dias: é o técnico da Seleção Brasileira que está disputando a sacrossanta Copa do Mundo. Mas, e amanhã? Quem será a vítima? Quem estará por trás lentes poderosas fazendo a leitura labial?

Privacidade é inerente à liberdade. Eu não concebo vida civilizada sem ambas.

Estou torcendo pela liberdade do urso Bruno e ao seu direito à privacidade de levar a vidinha nas florestas alpinas.

E por aqui vou torcendo pela Seleção e pela volta da ética à nossa vida, ao nosso país.

Infelizmente, a primeira torcida está tranqüila e mesmo que percamos nossas vidas não serão afetadas. Só o humor por alguns dias. Já a segunda torcida...


.

Marcadores:

4 Comments:

  • At 9:36 PM, Anonymous Celso Ricardo said…

    Emerson é uma questão realmente muito difícil. Parece-me ser o preço da fama. Um grande abraço.

     
  • At 10:18 PM, Anonymous monica said…

    Muito correto e sensível o seu texto, Emerson.
    O que verifico é a ‘vulgarização’, banalização da informação.

    Aparentemente vivemos num mundo que consome assustadoramente - como um monstro disforme, a informação. Seja como ela venha. Ou gerada. E a tecnologia atual a proporciona de todas as maneiras.

    Identifico, por outro lado, que a perversidade tem acompanhado a história da humanidade.

    Por último, exponho que estou mobilizada com o tema ‘ética’. Ética é um dos alicerces do desenvolvimento sustentável. E é parte dos estudos da minha tese.

    ab’s
    monica

     
  • At 8:19 AM, Anonymous Iara N de Alencar said…

    Oi Emersom, concordo com você,achei uma tremenda falta de respeito com a liberdade do Parreira, mas acho que a CBF e o Parreira estão colhendo os frutos que eles plantaram, eles dão muitas liberdades e regalias a TV Globo que outras emissoras não tem.
    Aí experimentaram do veneno.

     
  • At 10:35 AM, Anonymous Anônimo said…

    valeu a bronca, parceiro...
    ontem a globo se desculpou com o pé-de-uva no jornal nacional

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home