Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

segunda-feira, junho 18, 2007

Boladas & Caneladas 18 06 07

Canelada-Monstro I

O Paraná entrou na justiça esportiva pedindo o cancelamento de seu jogo contra o São Paulo. Para surpresa geral e agora para receio mais geral ainda, o tribunal aceitou a denúncia. Não é o fim dos tempos, mas pode ser o fim do futebol.

O Paraná perdeu o jogo por 1x0. O gol do São Paulo foi marcado por Rogério Ceni em cobrança de pênalti. O olhar eletrônico da televisão mostra que o pênalti não aconteceu, mas o olhar de quem estava no estádio ou mesmo pela tevê na câmera aberta, enxergou pênalti na jogada. O juiz marcou o que viu e o São Paulo marcou o seu gol.

Já no final, cruzamento para a área do São Paulo. A defesa sai e deixa dois jogadores em impedimento. Um terceiro, vindo de trás, aparece e marca. O assistente, antes ainda da bola chegar a esse jogador, assinala impedimento. Novamente, pelos olhares eletrônicos constata-se que havia condição legal para o gol.

E daí?

Quem apita e marca são olhares humanos, com frações de segundo para decidir. Assim é o futebol, assim ele foi criado e desenvolveu-se.

E as decisões da arbitragem são soberanas, absolutas e irrecorríveis!

Mexer nisso é mexer no futebol de hoje e do passado. E destruir o do futuro.

Canelada-Monstro II

O técnico Lori Sandri entrou em campo, no final do primeiro tempo do jogo Sport x América de Natal, em Recife, para protestar contra o árbitro. Estava nervoso (até com razão, o que não vem ao caso), e S.Excia. foi protegida pelos policiais. Tudo certo, até aqui.

Um dos policiais bota a mão habitualmente pesada em Lori, que rechaça o gesto e, indo além, evita outro igual dando ligeiro empurrão no policial.

No vestiário, a “otoridade” se fez presente e prendeu Lori Sandri, levando-o algemado para a delegacia, onde foi autuado por ofensa à otoridade, digo, autoridade.

Ridículo. Não o Lori, mas a ação da polícia de Pernambuco.

Ridículo e típico.


.

Marcadores:

6 Comments:

  • At 6:49 AM, Anonymous Rodrigo said…

    Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

     
  • At 11:43 PM, Anonymous Anônimo said…

    Emerson

    o day-after em Ctba foi uma reclamação descabida em cima da arbitragem do referido jogo.De bate-pronto as manchetes eram,em sua maioria, nesse estilo: "garfaram o Paraná"

    * O pensamento generalizado, que tem início sabemos onde, era o de que a arbitragem estaria mal intencionada.Via-se torcedor cobrando algum tipo de atitude do Paraná Clube frente à CBF,STJD ou até na casa da mãe Joana.

    Em resumo, assisti a tudo isso como se fosse uma sessão de chora torcedor ( tudo bem, terei a minha também mais dia, menos dia, tudo bem)mas pra quem tem um pouco de conhecimento de como reagem as torcidas fora da sua geografia ( blog JA)só pode concluir que foi mais uma reclamação, de mais uma torcida pra cima de mais um árbitro.

    Mas já pensou a jurisprudência que esse caso pode abrir caso o Paraná venha a obter algum resultado a seu favor?

    Talita

     
  • At 12:24 AM, Blogger Emerson said…

    Se esse caso do Paraná for levado adiante teremos intervenção da FIFA, pode apostar.

    Esporte é esporte e seus resultados são sujeitos a erros de julgamento e falhas de desempenho. Não há como ignorarmos isso.

    Mas não creio que siga adiante.

     
  • At 11:31 AM, Blogger Arthur Virgílio said…

    Esse é o nosso País

     
  • At 2:19 PM, Anonymous GIGI said…

    Oi Émerson, aceitou a denúncia mas com certeza não anulará a partida.
    O dia que isso acontecer por este ou outro motivo semelhante nenhum campeonato mais terá fim.
    Já pensou o Montenegro? Arrancaria todos cabelos do corpo por não ter tomado a iniciativa, rsrsrsrsrsrsr
    Quanto ao caso do Lori, depois que prenderam aquele jogador argentino por racismo praticado dentro do campo de futebol, em um caso único, nada mais me admira. Até pq pouco tempo depois o Carlos Alberto na época técnico, em frente a vários microfones e câmeras, encheu a boca para chamar o árbitro Paulo César Oliveira de " criolo", e ninguém disse um ai.
    E quanto ao outro comentário, vou ratificar a afirmativa, em várias pesquisas que faço no google, lá está o "Um Olhar Crônico Esportivo", chic no "úrtimo", hein?

     
  • At 5:30 PM, Blogger Iara Alencar said…

    ola emersom

    e isso porque voce falou que o futebol brasileiro esta engrenando, se ajeitando.

    desse jeito??

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home