Um Olhar Crônico Esportivo

Um espaço para textos e comentários sobre esportes.

<

terça-feira, outubro 17, 2006

Muito barulho por nada




Pessoas sábias costumam dizer que se não há nada a ser dito, então nada se diga.

Apesar de não ser um sábio, longe disso, já me dei bem algumas vezes quando consegui conter minha língua e ficar quieto no meu canto. Em muitas outras vezes, todavia, cedi à tentação e acabei falando o que não queria ou o que não cabia.

É isso que acontece no futebol brasileiro toda noite de domingo e em toda segunda-feira: frases infelizes proferidas ou repercutidas, e que acabam ocupando mais tempo nos programas esportivos que os próprios gols, suposta razão de ser do futebol.

Nem sei por onde começar. Ou melhor, até sei: a abobrinha ofensiva de Emerson Leão sobre o Flamengo.

O Corinthians perdeu e Leão, que é agressivo, mas não é burro, saiu-se com uma frase feita ao gosto e jeito para gerar polêmica, dizendo que o Flamengo fugiu de uma decisão de título em 1987. Pura abobrinha ou, como se diz, puro factóide que serviu direitinho para ninguém falar do péssimo jogo do time dirigido por ele. Não deu, também, para perguntar porque ele puniu a torcida e o clube deixando Carlos Alberto de fora. Enfim, parabéns ao Leão, que fez seu dever de casa com brilho (!) e eficiência.

Muricy poderia ter ficado quieto, mas falou besteira, dizendo, mais ou menos, que a torcida do Grêmio é agressiva, estoura “bombas” de madrugada em frente ao hotel onde dormem os visitantes, etc, etc. Despertou a sagrada ira gauchesca, ou melhor, reavivou-a, pois a rapaziada já se acha, de antemão, espoliada pela arbitragem em favor do tricolor paulista diante do tricolor gaúcho.

No Palmeiras, o assessor de imprensa cumpriu um papel infeliz e imbecil, tirando jogador da sala de entrevistas porque os jornalistas queriam saber de atrasos de salário. E o jogador é novato no clube e na vida. Coitado. Eu pergunto aqui: para que um assessor assim? E pago, ainda por cima!

Abel Braga está suspendo. Mesmo assim foi ao vestiário dias atrás e orientou o time. Corre o risco de ver a pena aumentada. Um jornal sensacionalista estampou em manchete que ele poderá ficar um ano afastado. Foi o que bastou para despertar a sagrada ira gauchesca dos torcedores colorados.

Como?

Frase repetida?

Sim, sim, repetida, sim, porque agora refere-se à outra metade do Rio Grande do Sul. E, nesse caso, a matemática é perversa: 1+1=4 e não 2. As iras somam-se e se potencializam. Terrível.

E o Abel segue desfilando, pois apareceu um processo contra ele movido por um juiz há cinco ou seis anos. Coisas de nosso aparato jurídico. Parece feito a propósito, mas é puramente casual.

O técnico do Clube Atlético Paranaense continua reclamando da injustiça da CBF, que fará seu time viajar de Montevidéu para Fortaleza. Ora, ora, ora, se não queria jogar e viajar era só não se classificar. Na Libertadores outros times tiveram viagens muito piores e não pediram remanejamento de datas. Era só o que faltava agora! E ainda por cima sai dizendo que o time vai viajar 6.000 quilômetros, quando, na verdade, viajará somente 4.000. Nada demais. Ah, sim, seu choro foi encampado pela torcida que se sente coitadinha e prejudicada.

E por aí vai...

Ás vezes é melhor não ler jornais e não assistir ou ouvir os programas esportivos. A menos que o vivente se muna de muita, muita paciência.

A minha é pouca.

.

Marcadores:

4 Comments:

  • At 11:55 PM, Anonymous AMBROSIO said…

    Leão pode ter conseguido seu objetivo inicial,mas a sua prepotencia e arrogancia faz com que se fechem portas importantes pra ele( ainda bem)desrespeitar outrem para alcançar seu objetivo nao deve ser motivo d eorgulho pra ninguem....orgulho seria ele ter resolvidoos porblemas do corinthians,coisa que alias ele esta se mostrnado incompetente...aio se esconde atras de factoides agressivos...o mesmovale pra impoensa paulista preocupada com um atrso d e5 dias na folha do Palmeiras...nada como uma manchete pra abafar a crise real..a do corinthians

     
  • At 12:22 AM, Blogger Emerson said…

    Ambrosio, acho que o Leão não anda muito preocupado com a imagem dele. Ele já se considera meio além dessa fase, não liga muito pra tudo isso.

    Conviver com ele é meio problemático mesmo. O ambiente no São Paulo ficou mais leve depois que ele saiu.

    Quanto ao Palmeiras, o atraso não parece ser de apenas 5 dias. Essa administração atual parece estar metendo os pés pelas mãos e eu não ficarei nem um pouco surpreso se o Mustafá voltar. O que será péssimo para o Palmeiras, mas, enfim, eles são grandinhos e donos do próprio nariz.

    Em tempo: a imprensa paulista é a mesma que fala dos atrasos de salários dos clubes cariocas. Portanto, não há dois pesos, duas medidas.

     
  • At 12:24 AM, Blogger Emerson said…

    Em tempo II - a crise corintiana é manchete seguida, exaustiva, cobertura enorme, ninguém aguenta mais tanta crise. Cansativo já.

     
  • At 10:24 AM, Blogger JOSE AMBROSIO said…

    Emerson, quanto ao Leão voce esta coberto de razão, o cara nem liga, criuo o personagem e o adora....a imprensa tem que noticiar mesmo,so acho que se forem mesmo cinco dias o cavalo de batalha e desnessessario...e eu um mineiro gostaria ate que a imprensa paulista tambem falasse dos desmandos dos dirigentes daqui tambem.informação nunca e demais...Mustafa perdeu apoio ao ir contra Jose Serra, caso contrario seria sopa no mel sua volta....eu nãoentendo so torcedores dos grande stimes com direito a voto, sempre deixam os mesmos gambas tomando conta do galinheiro e depois reclamam....

     

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home